Bem-vindos à nova dimensão... seqüenciador de sonhos online.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Margem mínima… *arranhado na parede*

E aí?

Que eu já andei me perdendo por tudo e querendo nada?
Que eu já achei que decifrava o mundo só fazendo piada?
Que eu já fui grandioso e surdo. Rico, mas não via nada?

E aí?

Que se deixar perder parecia difícil, mas foi inevitável?
Que aprender a amar seria só isso, brincar eu de ser tolo?
Que toda forma de posse é fútil e crer nisso parece  insano?

E aí?

Que nesse mundo é tudo ilusão?
Que querer tudo é só pretensão?
Que toda retórica quer conclusão?

E daí?


scream, de ~vidi no deviantART.

13 comentários:

Tyr Quentalë disse...

E aí?
Quantas vezes mais se perderá por tudo e querendo nada?
Quantas vezes mais acahará que irá decifrar o mundo só fazendo piada?
Quantas vezes mais se manterá cego porque que um dia foi rico, grandioso e surdo?
E aí?
Quantas vezes mais se perderá?
Quantas vezes mais insistirá que amar é brincar de ser tolo?
Quantas vezes mais, se deixará levar pelo sentimento de posse, mesmo sabendo que a posse é algo ilusório?
E aí?
Como foi despertar nesse mundo hipócrita que vivemos, onde as ilusões que fazem as pessoas sorrirem, são as mesmas que fazem as pessoas chorarem?
Como foi despertar nesse mundo, tão cinza e obscuro, onde o vazio toma conta do peito e o sorriso some da face?
E aí?
Quando o e daí do dar de ombros para tudo e para todos, arrancará de teu peito, aquilo que os humanos e tolos mortais se agarram, por dizerem que estas ilusões se chamam de esperança?
E aí? Deliciou-se com os gritos e prantos de meu reino?

Cackau Loureiro disse...

Edai? ainda fazemos isso com nossa própria consciência...

A ilusão faz parte de tudo que desejamos.

=)

A Senhora disse...

Gostei da parte "Que toda retórica quer conclusão?"
No fim, por mais que a gente fuja disso, nós buscamos isso - uma meta cumprida.

beijinhos, nino

Átila Siqueira. disse...

Acabei de conhecer seu blog, e gostei muito.

Depois me visite também.

Um grande abraço,
Átila Siqueira.

Troll disse...

TYR:
A melhor resposta é uma pergunta. A última do texto.

CACKAU:
A ilusão faz parte do desejo? Nunca havia pensado nesses termos, caríssima. Mas possivelmente, sim.

MAMA:
Ou ao menos alguma outra forma de sensação de completude.

ATILA:
Seja bem-vindo e é ótimo que tenhas gostado, meu caro. Visitarei-te, claro, e espero que volte sempre;

Fernanda Toledo disse...

Mas existe outro meio?

Se na vida somos isso ou aquilo, qualquer forma de atravessá-la nos fará percorrer os caminhos que depois serão taxados de insanos... E aí?

- vivi, só isso! (? , ¿)

iaiá disse...

a frase que me pegou mais foi essa
Que se deixar perder parecia difícil, mas foi inevitável?
mas está tão perfeito tudo e tão lindo, que só posso dar os parabéns e diser que tava com saudade de te ler. bj

Mai disse...

E ai?
Que acabamos com um grito na mão?
Cara, eu adoro esse teu olhão e não me canso de falar isso.
Agora e ai que eu não gosto de rimas e babei com esse teu e ai e essas inquietudes sem fim e perguntas nos movem e ai tu vens com respostas que são, novamente perguntas e ai que este texto era meu.

Adorei e queria que me mandasses esse textopor mail. Te importas?
Beijos, Rei. E ai?

Troll disse...

FERNANDA:
Mas se viver é tanto, por si só, caríssima.

IARA:
Sei que andei sumido, que ainda ando um tanto. Só com ocupação demais e textos de menos, na mente. *rs* Beijos, linda.

MAI:
Também não costumo ser dos maiores fãs das rimas, mas esse texto sangrou pro teclado, como se eu não tivesse opção. Pedido e remetido, no e-mail, caríssima.

Sisa disse...

E daí que quanto mais quero me perder, mais pareço me achar? Ai ai... deu o que pensar.

Beijos =)

D'angelo disse...

Nossa, esse texto sim mexeu comigo.

Sugar Bunny disse...

A vida tem a incrível mania de deixar tudo acontecer... na mesma vida.

Literalmente curto e substancialmente grosso o post.

Saudades de vir ao Palácio.
Pra variar, trilha sonora do cacete! \o/

Troll disse...

SISA:
Acho que é a única forma da gente se achar, caríssima: não querendo.

D´ANGELO:
Mexer com vc é sempre uma honra, viu? ;-)

BUNNY:
Saudade de sua presença, caríssima. Volte mais.