Bem-vindos à nova dimensão... seqüenciador de sonhos online.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Pleno?

Começo esse post de forma bem diferente, pois ele é editorial. Essas palavras não cabem às paredes ou em papel, não precisam ser escritas em sangue nem murmuradas por loucos, ao vento do Palácio. Não, meus amigos, essas palavras sequer são do Troll. Eu, Marcelo Leite, sem pseudônimos e máscaras, venho aqui não para desejar-lhes um bom ano. Não desejo, pq prefiro vir trazer-lhes a CERTEZA. 2008 SERÁ o melhor dos anos. Eu não espero por isso, eu SEI disso. E o importante, leitores e leitoras, é que vcs tbm saibam.

Não sei quem disse que para se ter uma vida plena vc precisa de três coisas: "Plantar uma árvore, escrever um livro e criar um filho." Pois me lembro que em uma excursão ao Parque Nacional Chico Mendes, quando eu tinha coisa de uns 10 ou 11 anos de idade, eu ajudei a plantar uma árvore. *marcando na lista* Um terço do caminho andado, acho, pq aquele dia ficou na memória, então possivelmente plantar uma árvore é tbm se lembrar dela. Bonito, isso.

Sobre escrever um livro, eu não sei o quanto conta, mas entrei o ano com uma notícia tão espetacular q eu precisava compartilhar, aqui: serei publicado. Um poema meu foi selecionado para figurar em uma antologia de novos autores a ser lançada em março, agora. Não, não tô dizendo que conta como "escrever um livro", mas eu não pretendo parar com Olhos de Lara até que esteja publicado. Mas acho que a satisfação que eu hoje sinto deve ser do que o tal ditado falava. *marcando na lista*

E vem o filho, né? Essa parte é a mais controversa das três, pra falar a verdade. Principalmente pq "criar" eu realmente não criei ou estou criando ninguém. Mas ter um filho eu tenho, hoje percebo isso. Nada nele é biologicamente meu, nada temos de parecidos, possivelmente muita gente vai ler isso e me julgar por um perfeito paspalho, aliás. Pensem o que quiserem, eu tenho um filho, pq o amo como tal. E acho q é desse amor q o ditado falava. *marcando na lista*

E de alguma forma, me levo agora a pensar que duas dessas coisas à lista eu consegui por causa de um nome. De uma pessoa. Ela, q aliás é a própria razão pq esse blog q vcs lêem surgiu. E a maior razão para eu SABER que 2008 será um ano tão fabuloso. Vcs a conhecem aqui como uma Sidhe, de Sonhos de Outrora. Como o demônio de olhos vermelhos, de um Pacto, recente. Não direi o nome, pq ele importa bem menos que essa lembrança ou essa presença. Foi ela quem me deu a indicação da seleção de novos autores, onde meu poema será publicado. E é dela o filho que eu aqui trato por meu. A ela, agradeço. Como agradeço a todos que visitam esta caverna, todos aqueles que me ouvem, lêem ou dão sequer mero relance.

Fica aqui não o desejo... mas a certeza de um 2008 maravilhoso.

Pleno? Eu cumpri a lista, mas não sou pleno... jamais o serei. E é bom saber que sempre poderei correr um pouco mais, atrás. Não parar nunca.

7 comentários:

manyukeh disse...

Oi!

Bridget Jones disse...

Bem, vejamos:

1. Plantar uma árvore. Tenho uma figueira plantada na casa da minha avó paterna na cidade de Amparo, SP.

2. Escrever um livro: Traduzi uma história (livre tradução, que fique claro) para a séria "Momentos Íntimos" da Nova Cultural quando estava na Faculdade. Isso conta?

3. Criar um filho: Primeiro preciso de sanidade para tal.

*Bridget Jones, voltando da india com todo vapor!

Lee Holloway disse...

Retribuindo sua visita! Aproveito para te desejar tb um 2008 repleto de coisas muito boas!!!
Beijos!
Lee

Lyn Monroe disse...

Um post p la de animador p começar 2008 com tudo!
eu nao cheguei nem a metade dessa plenitude.. so plantei a arvore..
mas como vc, eu DECIDI q 2008 vai ser um ótimo ano! Pq eu sei q vai!
Ótimo ano p todos nós!
beijo gde!

Elza, a leoa disse...

Feliz 2008, a vc e sua dama!!!
Q ele venha não só repleto de sentimentos intensos como de concretude!

Tentando aqui me animar e seguir sua linha de raciocínio....

1 - Filho?!?!
Serve afilhado e reconhecer nele uma parte de mim? *rs Foi o primeiro telefonema q recebino neste ano incerto...

2 - Plantar uma árvore?!?!
Serve a vivificação das ikebanas que faço? São nelas que tenho encontrado um tipo de equilíbrio quase pleno...

3 - Escrever um livro?!?!?
Já iníciei alguns outrora, mas nunca perto de publicações.... dar vida às histórias de outrém, contando-as não é válido? *rs Ainda q não seja lá muito publicável, ando tentando tomar as rédeas de minha vida... certos aspectos são tão assustadores, q .... ah... deixemos q 2008 os revele, ou supere, ou sei lá....

A vcs, lindo casal, por quem torço sempre, sucesso neste ano!
Bjos,
Elza, a leoa

Sidhe disse...

Meu amado e querido marido,
cá estou eu aproveitando a internet alheia para deixar este singelo recado. Estou morta de saudades, desejando muito poder voltar para teus braços e te alcançar pelos meios tecnológicos. Sei que 2008 começou matavilhoso para nós dois e assim permanecerá, pois não desejo menos para nós dois. Que este ano renovemos mais ainda os nossos votos de amor sincero.
Saibas sempre que nosso filho também sente muitas saudades de ti, que estarei esperando pelo lançamento da antologia e que muitas árvores ainda serão plantads por nossa família. Beijos grandiosos, abraços apertados e saudades intensas de quem te ama e semprete amará.

Nanda Nascimento disse...

Ainda não voltei de férias, mais não resisti em comentar, ainda não realizei as três coisas, mais elas são com certeza planos pra um futuro próximo.
Parabéns pela indicação do seu poema!
Voltarei em breve1

Beijos e flores!!