Bem-vindos à nova dimensão... seqüenciador de sonhos online.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Espelho felino... *no altar de Bast*

Meu gato está gordo. Juro.

O animal me olha de volta e dá aquele miado fraco de quem debocha da minha constatação, mas era impossível não ver. No verão o pêlo cai, a casa toda vira um caos de tufos brancos e meus ternos pretos me condenam por isso. Mas mesmo sem toda a pelagem, ele continua fofo demais. Deve estar gordo, só pode. Do fundo daqueles olhos de um azul tão forte, ainda me questiona com um não tão sonoro "e daí?".

Academia... será que acho uma academia pro gato? Ele devia malhar, tá precisando um pouco, tem uma escada inteira pra subir entre o terraço e o primeiro andar do apê. Vai que tem um troço no meio do caminho e capota. Mas ele anda sem tempo pra ficar malhando, tá acordando muito cedo. Vai ver se mudar de ração, ou de repente se eu arrumar pra ele mais atividades. O tempo tá curto, mas acho que sempre dá pra encaixar mais uma coisinha.

A agenda do bicho anda cheia. Fato. Não sei o quê tanto faz, mas ultimamente só o vejo correndo de um lado pro outro e, quando chego em casa tarde da noite, estamos os dois muito cansados e caímos na cama, um acolhendo o outro. Claro, primeiro ele mia, para clamar pelo toque. Fica esparramado, faz cara de desinteressado só pra fingir que não faz tanta questão assim, e então chia pra mostrar que o carinho é um direito adquirido do bicho de estimação e não um dever do dono.

O gato certamente anda fazendo das suas com as gatas dessa vida, nem que seja só o eventual flerte felino. Ele simplesmente não consegue, mesmo com as que lhe distribuem as eventuais patadas. Acho q até curte uma unhadas que toma, aqui e ali. Uma vez ouvi a frase q "sem um pouco de dor, não vale a pena". Inspiradora. Ele me olha como quem concorda.

O bichano já deve saber até quanto tempo eu levo pra desmaiar de sono. Aposto q ri de mim nas noites q tiro só o sapato pra uma "deitadinha rápida" e acabo dormindo de roupa, com a cama ainda feita. Por trás daqueles olhos imensos, debaixo das orelhas pontudas, guarda lembranças de quando nós dois não corríamos tanto assim, pra cuidar de tudo a tempo.

Mas uma coisa está dada... mesmo tão ativo, meu gato tá gordo. A veterinária vai me dar esporro, semana que vem quando vier vacinar. E só nesse ponto eu e ele divergimos. Já é o segundo cinto q perco, largo demais, em 4 meses. E o gato nem pode ficar com as minhas roupas.

*momento "EGO on"*

12 comentários:

A Senhora disse...

Acho que voce pode usar isso como chantagem para ele emagrecer: senão você o veste com suas roupas que não lhe servem mais! :))
Um gato vaidoso não vai querer pagar mico, né? :)

O seu remédinho de emagrecer, como vai? ;)

Beijinhos, nino!

iaiá disse...

rssss
o remedinho....bom esse remedinho! rssss

dois gatos na foto!

bota o gato pra descer e subir a escada!

bj

Tyr Quentalë disse...

Tadinho do gato. Que culpa ele tem se o dono anda tão atarefado? Vai te olhar com aquele olhar sarcástico, aquele sorriso quase visível aos lábios, ao que a veterinária te der um esporro que deixara ele engordar tanto.
Tadinho do gato. Que culpa ele tem em ser masoquista? Isso é um qusito necessário, mas acho que ele também possui seu lado Deus Gato, pois ainda te faz de gato e sapato.
Ah! Tadinho do gato. Culpa ele não tem, pois na verdade espera o dono criar coragem para incentivá-lo a se tornar mais... Gato.

Nanda Nascimento disse...

Hahahahaha! Este gatinho é bem mansinho hein, e um fofo também!

Linda foto!

Beijos e flores!

Mai disse...

Muito prazer!

Olha eu tenho pensado, seriamente, em fazer um estudo do comportamento psico-emocional de cães e gatos. Porque é o seguinte... Teu gato assim como a cadela que a minha vizinha cria, PENSAM. Mais que isto, eles pensam que são 'gente'. E, quando os donos demoram a chegar, o sofrimento é atroz porque eles, finalmente, percebem que são 'bichos'...
E isso é insuportável, sabe?
Eles sofrem. Sofrem muito.

Troll, a vida da gente tá de amargar mas a vida de cão e gato, vamos combinar que é bem 'macia', mesmo.

Abraços,

Adorei!

Troll disse...

MAMYS:
Meu remédio de emagrecimento é tão mais q um remédio... e vai bem, voltando aos poucos pra essas bandas, caríssima.

IARA:
Diz a veterinária q o motivo pq ele nunca engordou pra valer seria a escada, sim. *rs* Mas ele se vira, logo... acho q vou mudar a ração, de qqr jeito. ;-)

TYR:
O gato acaba se ajeitando, mesmo sofrendo dessa saudade do Dono, caríssima. *rs* E de noite sempre vem cobrar satisfações, de qqr forma. :-D

NANDA:
O Pooka é meu desde os 3 meses de idade, já está pra lá de acostumado a ficar comigo, assim. Adoro.

MAI:
Não acho q o gato sofra tanto assim, a minha ausência. Pelo contrário, é pelas minhas costas q dão a ele coisas q eu normalmente não deixo: leite, q faz mal pro pêlo, sardinha q faz ele passar mal... enfim. Não acho q minha ausência seja tão insuportável.

A vida até está de amargar, sim... mas esses momentos dão valor a todos os outros. ;-)

Atreyu disse...

Deu uma pena do gato...
...rsrsrsrs...
Gatos... o da minha avó é mais gente do que eu ¬¬
Kkkkkk... brincando =D

ALGUÉM disse...

eu tenho um gatinho parecido com o seu!!!

eee...tem postagem nova!!!
Aparece lá!
Ótima semana de leitura!

Troll disse...

ATREYU:
O gato daqui tbm é mais gente que todos nós. Mas me divirto.

ALGUÉM:
O Pooka é meu filhote de meia-idade, já. *rs* Abraços e bjão, caríssima.

D'angelo disse...

Que fofinho gente!!!!!
Bjusssssssssssss

Wolf_Angel disse...

esses dias me peguei surpresa com um fato simplório....isso sempre acontece, mas veja:
minha cadela não fala.
sim, ela não fala, não expressa seus sentimentos e pensamentos verbalmente e eu a amo tanto que trocaria a companhia de algumas pessoas pela cia dela....
imagine só...e ela nem fala!
ela estava gorda esses tempos...diminua a ração...é, assim, cruelmente mesmo. é o único jeito.
sopros
=***

Troll disse...

D'ANGELO:
O gato agradece, caríssima. *rs*

WOLF:
Pois é, acho q tem horas q só as medidas drásticas ajudam, né?
Bjos, caríssima.