Bem-vindos à nova dimensão... seqüenciador de sonhos online.

sexta-feira, 20 de março de 2009

Física e química *coisas a 4 mãos - I*

Por: Poisongirl e Troll

Entregar-se ao momento, descobrir a própria alma nos gestos refletidos no outro. Um encontro inesperado, as propostas indecorosas da vida e o clímax de um acaso-não-ao-acaso. Quando as coincidências se confundem com a intenção futura e a vontade pregressa. Momentos fazendo química de substâncias nada elementares, quando palavras se tornam vapor exalado de misturas.

Tornar-se o próprio veneno, exposto à corrosão do que lhe vai por dentro, lastro ácido e atroz  que lhe atravessa os vasos e se oferece ao ar, cercando seu corpo como um pensamento, ou o desenhar de um gesto, ou um cheiro que não se reconhece  mas que a ninguém aturde como a si mesmo, nem que se quebrassem todos os pratos, todas as janelas e arrebentasse as portas antes de sair, como se fosse possível sair deste vagar pelo seu circo particular de horrores, nem mesmo assim desmancharia o espanto.

Ainda que conseguisse deixar o labirinto, não livrar-se-ia das escolhas, dos tantos caminhos que se descortinam. Nem derrubadas todas as paredes, libertar-se-ia de tudo, na inexorável queda do fruto de Newton. No pecado da gravidade, despencando até você. O entorpecer dos sentidos, mergulhar no abismo de suas sombras. Passado e presente quebrando os ossos como se desafiando mente e corpo a serem ainda sólidos. A peçonha por sob a pele, pulsando para anunciar o tempo.

E na seqüência tomaria mais um gole disso que é você e depois outro e mais um e ainda outro e outro antes do fim.

11 comentários:

A Senhora disse...

Ficou lindo!
Deu até para ver um olhando nos olhos do outro... ;)

Adoro vocês dois!

bjs

D'angelo disse...

Mais uma vez obrigada!!

Domênica disse...

Que lindo!
Seu blog é maravilhoso!!!Parabéns

Troll disse...

MAMA:
Foi especial demais, fazer esse post junto à minha amada. Moldar minhas palavras ao redor dela, as idéias às que surgiram ao longo da escrita. Delicioso.

D'ANGELO:
Caríssima, é sempre um prazer poder ajudá-la, sabe q não precisa agradecer.

DOMENICA:
Seja muito bem-vinda e espero que volte sempre, caríssima. Seu blog tbm é delicioso, passarei por lá mais vezes. Sempre uma honra receber elogios e novos convidados no Palácio.

Sisa disse...

Já te falei pelo msn que ficou lindo. Falo aqui de novo.
Beijos!

iaiá disse...

só posso dizer que fiquei sem fôlego!
love u two.
bj

Troll disse...

SISA:
Caríssima, sabe q sua opinião importa-me muito e o quão delicioso é tê-la por aqui, sempre.

IARA:
Não me sentiria tão honrado com qqr outra reação sua, linda. We both luv ya.

Poisongirl disse...

Me embebedar de vc.

Ver meu veneno voltar- se contra mim e me deliciar ingerindo - o , gota a gota ,abrindo bem a boca , não desperdiçando nada ...permitindo seu controle e invasão serenamente , quase docemente.

Sempre beberei desse cálice amor.
I got you under my skin...

Troll disse...

POISON:
Sentir-te surgir ao meu redor, desse jeito cuidadoso, erigindo sutis arranha-céus de sensações e desejo.

Até sem perceber me ver cercado de uma metrópole, q são seu amor e nossas vidas.

Te sentir ainda assim pequena, correndo-me às veias para voltar pra ti. Quando meu corpo aprende teu veneno e se torna parte de ti, por ele.

Cada gota. Cada suspiro.
I got you under my skin.

Fernanda Alves disse...

Quando nos achamos,é quando encontramos o outro debaixo da nossa pele -e isso se personifica em felicidade...
E o tempo é só o tempo. O que se vive nele é muito mais importante, assim como os vinhos, que dependem dele para ficarem excelentes, e que depois, em momentos, desapareceram para brindar olhares maravilhados.


Adorei seu espaço!!

**

Troll disse...

FERNANDA:
E o que faz do tempo tão volúvel, senão nossos próprios temores e nossas vidas tão corridas? Quem seríamos, sem a urgência dele, "ticando" cada "tac" em direção ao inexorável? Seja muito bem-vinda, caríssima.