Bem-vindos à nova dimensão... seqüenciador de sonhos online.

domingo, 16 de março de 2008

Olhos à caixa... *murmúrios do Rei*

Entre os muitos tesouros do Palácio, há uma caixa. Essa, que algum dia alguém já ouvira que jamais deveria ser aberta. Que repousa entre as relíquias da história.

pandora's box

Quando Prometeu roubou o fogo (conhecimento) dos deuses, Zeus, em sua fúria, ordenou que Efesto criasse uma mulher em especial, como parte de sua punição aos homens. Esta foi abençoada com muitos dons, pelos senhores do Olimpo, e ofertada em casamento a Epimeteu. Prometeu lhe avisara que não aceitasse mais qualquer presente de Zeus, prevendo a fúria do deus, mas seu irmão ignorou tais palavras e desposou a mulher.

Mas ela trazia consigo um vaso... um jarro que Zeus lhe dera e avisara que jamais deveria ser aberto. E entre os dons que ela recebera dos deuses, estava a curiosidade. Ali dentro, haviam todos os males da humanidade: a inveja, a ganância, a preguiça, as mentiras... mas também havia a esperança. Foi fruto desta curiosidade o abrir do jarro que espalhou tais sentimentos pelo mundo. Menos um.

Em seu esforço, a mulher que viera ao mundo como punição aos homens conseguiu resguardar, dentro do vaso, a esperança. Mantendo-a a salvo.

Data do século XVI a primeira tradução que transformou jarro em caixa, quando o mito foi traduzido para o Latim e pithos se tornou pyxis. É esta caixa que hoje repousa entre os tesouros do Palácio, trazida pela tão bela Rainha que aqui agora habita. E, como Zeus uma vez fizera, ela avisou a seu Rei Troll que não a abrisse. Pois ali havia tamanho mal, toda a enganação, tantas mentiras e grande malícia.

É ouvindo ainda o bater dos tambores que o Troll deixa-a de volta entre seus tesouros... fechando a tampa e os olhos. Com o ar tão sério... meditando sobre a luz da esperança que ali reside. Desejando que os deuses não lhe ouvessem dado a curiosidade. Mas jamais renegando Pandora.

6 comentários:

J P disse...

Curiosidade existe em todo o ser humano, o que devemos saber é controla-la. Os quando não conseguimos temos que refletir para saber se é curiosidade ou intuição.

Nanda Nascimento disse...

Ás vezes torna-se necessário se atrever e arriscar, mais com toda ponderação possível para não ultrapassar os limites.

Mulheres sempre as mulheres!!

Boa Semana para ti!!!!

Beijos e flores!!

Tyr Quentalë disse...

A curiosidade é algo que desperta muitas coisas que podem vir a ser perigosas demais, meu Rei Troll. Mas há coisas benéficas nelas. Reza a lenda como bem disseste que ela fora a punição para os homens, mas há um lado da história que preciso passar-te sobre qual é a lenda mais certa. Pandora amava Epimeteu e por muitas vezes ela resistira a curiosidade. Por muitas vezes ela pegou a caixa e ficou olhando-a e depois a guardando sem a abrir. Muito tempo assim se passou, atpé que um dia ela abrira a caixa. O que de lá escapara, a aterrorizou tanto que ela lutou bravamente para fechá-la.. até o momento que conseguiu. Alguns dizem que foi a esperança que ela aprisionou, mas na verdade fora outra coisa que ela não deixou escapar. Fora uma coisa tão terrível que ela trancou que se ela não o tivesse feito a humanidade perderia todas as esperanças. *sorrio* E esta única coisa que ficou tanto tempo preso para a humanidade é algo que nós dois já possuímos, meu amado Rei. Não sei se ainda possuo o texto em minhas mãos, mas se eu o tiver, prometo repassar-te.
Um amor muito grandioso de sua Rainha e eterna amada,
Queen Sidhe

Larissa disse...

I hope so. :)

beijos.

D'angelo disse...

Curiosidade é uma noção do nada saber sobre algo ou alguma coisa.
Adorei o texto, como sempre né!!!
Bjimmm

iara disse...

novo, o que esta dentro de nós é que define se esse novo será ou não bom...mas mesmo não sendo ele cumpre os desígneos de Deus e a Terra segue seu curso, ao lado da esperança.

e de quem é a trilha sonora? adorei.