Bem-vindos à nova dimensão... seqüenciador de sonhos online.

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Verbete I *dos compêndios médicos do Palácio*

amor [do Lat. amore]

substantivo masculino,
viva afeição que nos impele para o objecto dos nossos desejos;
inclinação da alma e do coração;
objecto da nossa afeição;
paixão;
afecto;

ant.,
com -: com muito gosto, com zelo;
fazer -: ter relações sexuais;

loc. prep.,
por - de: por causa de;
por - de Deus: por caridade;
ter - à pele: ser prudente, não arriscar a vida;

poesia,
Tola e sutil semente que faz-se flor ao coração, regada de sangue, pq assim é o amor. Planta q vem crescer e faz raízes em mim, q vem abraçar e nutrir o coração na fotossíntese insana daquele beijo em q roubamos o sol. Mas q arrancada, como se da terra rasgada, me doeria no vazio.

substantivo feminino,
doce veneno às veias do Troll


Misplaced Heart, de 'superkev no DeviantART.

12 comentários:

Tyr Quentalë disse...

Interessante ver todos os sentidos que o amor pode ganhar em seus verbetes médicos, mas o amor pode ir muito além do tempo e do espaço, mais antigo que até o próprio sol roubado.
Lembre-me de consultar mais verbetes médicos que virão mais pela frente.

Lavanderia disse...

É meu bem... a primavera finalmente chegou para nós! Feliz por você!!!

besos meu caro amigo!

Mai disse...

Oi, Troll.

Bem original.
Chegou a soar engraçado este sentido, possível, do amor.
será que é por isto que dizem que os médicos são frios?
Adorei!

Abraços

Poisongirl disse...

"Eu cresço entre tensões como flores num bosque onde ninguém põe os pés."

- Ninguém pisava até vir um certo anjo e me pedir o sol num beijo ... como negar?!

Pisou leve , respeitou meus sonhos plantados ali , deixou - se envenenar e assim me fez experimentar meu próprio veneno.

É o feitiço contra o feiticeiro : tão sua quanto você , meu.
Mais e muito e tanto.

Troll disse...

TYR:
Existem sim amores além do tempo, que vêm em energias que se buscavam já de tanto antes, do imemorial e impensável infinito. Tantas formas a um sentimento tão intenso.

LAVANDERIA:
Sim, caríssima, a primavera chegou para nós, e de uma forma avassaladora, não? Mal posso esperar para conhecer o felizardo, aliás. ;-)

MAI:
Precisava tentar definir, mesmo sabendo q é a mais tola e sonhadora das empreitadas, caríssima. Mas precisava tentar.

POISON:
Não havia outra forma de ser, amada. Não teria como recusar o convite a pisar naquele jardim e não ousaria jamais arriscar qualquer desrespeito a ele ou aos seus sonhos. Que vão se tornando meus, aos poucos, de uma forma q quase assusta. Deixar-me envenenar... eu demorei a perceber... no começo. E quando me dei conta, quando percebi esse sentimento... o relógio já corria tarde demais. Tão seu quanto você minha.

iara disse...

e passo para deixar um presente, que faz sentido, para alguém que adoro e admiro tanto e derramou o coração por aqui...pq nada é melhor que amar e ser amado! bjs

I've Got You Under My Skin

Composição: Cole Porter

I've got you under my skin
I have got you deep in the heart of me
So deep in my heart, you're really a part of me
And I've got you under my skin

I have tried so, not to give in
I've said to myself this affair it never would go so well
But why should I try to resist when I know so well
That I've got you under my skin

I would sacrifice anything come what might
For the sake of having you near
In spite of a warning voice, that comes in the night and repeats in my ear
Don't you know you fool you never can win
Use your mentality, wake up to reality
For each time I do, just the thought of you makes me stop before I begin
Because I've got you under my skin

http://www.youtube.com/watch?v=X--QWXGjXfg

Van disse...

"Amai, amai.... que todo o resto é nada!"

;)
Beijucas e bem-vindo.
Linkatus est, dear.

Troll disse...

IARA:
O coração tem essa coisa de vir se derramar, quando o sentimento o aquece tanto que o sangue deixa de ser tudo o q corre. Delicioso e essa música realmente fala muito do q tivemos, eu e ela, desde o começo.

VAN:
Todo o resto é nada... todo o resto é mero fruto ou reflexo. Fico honrado em ser bem-vindo, caríssima. Tbm linkei seu espaço, por aqui.

Nanda Nascimento disse...

O amor e as suas dimensões...

Latente, pulsante e vivo como nunca.

Beijos e flores!

Wagner Marques disse...

iradíssimo seu blog!

PreDatado disse...

E poderia estar aqui hora e horas a tentar defini-lo...
Fazê-lo é bem mais simples.
E é boooooooooooooommmmmmmmmm :)

Troll disse...

NANDA:
E quantas dimensões, quantas tantas facetas esse sentimento não pode esconder, caríssima!

WAGNER:
Agradeço muito a visita, meu caro, e espero que volte sempre ao Palácio.

PREDATADO:
Sim, consumar esse sentimento é algo que pode ter tantas formas e algumas são certamente TÃO divertidas! Hahahahahahaha! Seja bem-vindo ao Palácio.